Transformar lona em sacolinhas é projeto da Secretaria de Transportes


Publicado em: 11/10/2017

O banner pode virar ecobag ou lixeira de carro. Da próxima vez que olhar para esses materiais de publicidade, vale a pena enxergar além deles. Isso é o que tem feito a Secretaria de Transporte e Trânsito de Valinhos.  É difícil imaginar um evento que não utilize a conhecida lona vinílica em seus materiais promocionais. Mas quando termina o evento, todo esse material normalmente vai parar no lixo. Mas ele pode voltar a ser útil.

 
A lona vinílica, principal item utilizado em banners, pode ganhar uma nova cara nas mãos de costureiros. Pelo fato de serem confeccionadas com uma mistura de substâncias diferentes, entre as quais PVC e fibra de nylon, essas lonas não podem ser facilmente recicladas, mas podem muito bem ser reutilizadas.
 
Esse material, que demora 400 anos para se decompor naturalmente, está ganhando nova utilidade. A Prefeitura de Valinhos, por meio da Secretaria de Transportes e Trânsito, está engajada em reutilizar lona vinílica. A intenção da STT é dar vida ao material na confecção de sacolinhas de lixo para carro e sacolas para eventos.
 
Para que a iniciativa ganhe uma proporção ainda maior em Valinhos, a Secretaria convida empresas, supermercados, para participarem dessa campanha, doando o material.
 
Foi feita uma experiência na Semana Nacional de Trânsito, e foram distribuídas 300 sacolinhas de lixo para carro. Cada uma teve ainda material educativo relacionado ao trânsito, mas que também poderá servir para divulgação de outras campanhas.
 
Secretaria convoca as entidades
A Secretaria de Transportes e Trânsito tem dois desafios. O primeiro é o de conseguir a doação de lonas. O segundo é o de convocar as entidades a participarem da ação montando as sacolinhas e bolsas com os materiais recicláveis. Os grupos interessados devem procurar a Secretaria, que agora fica na Rua Doutor Fernando Leite Ferraz, nº 705 – Parque Terra Nova -, no Parque Municipal.
 
A importância do projeto já reflete na população, que aprova a iniciativa. Por exemplo, a moradora do Jardim Valença, Silvana Franco disse que a iniciativa é uma grande ideia. “É muito bom. O meio ambiente agradece. Temos que preservar”. Já o uso da sacolinha nos carros, pra ela, é fundamental. “Com elas, o motorista não joga lixo pela janela. É importante ter essa consciência.”
 
Da mesma opinião, é o taxista Adriano Oliveira, que  mora no Jardim Pinheiros. “É uma iniciativa super legal. O meio ambiente precisa ser preservado. É o mínimo que podemos fazer. O uso da sacolinha é fundamental. Assim, ninguém joga lixo para fora. Com o lixinho, eles deixam o lixo no carro.”
 
Pouca gente sabe, mas jogar lixo nas ruas e estradas, ou atirar objetos do veículo, é infração média, prevista no artigo 172 do Código de Trânsito Brasileiro. O condutor recebe multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação. “Esta atitude pode causar acidentes e prejudicar os demais motoristas. Se o objeto atirado atinge um motociclista ou o carro que vem logo atrás, o risco de acidentes é grande.”
 
As lonas
As lonas de PVC são produzidas a partir de uma receita balanceada de resina, plastificante e aditivos. Esta mistura é fundida em um equipamento térmico e, ainda quente, é prensada entre dois rolos, obtendo-se o laminado. Uma ou duas camadas de laminados normalmente são acoplados à tela de reforço, formando a lona, restando apenas o controle de qualidade e as características finais para serem acertadas.
 
O PVC (policloreto de vinila) é uma resina bastante versátil e de ótima relação custo/benefício. Pelo fato do PVC trabalhar com receitas variáveis, podemos alterar como queremos as suas características. Uma lona de PVC pode ser translúcida ou opaca, grossa ou fina, mais ou menos flexível, mais durável ou mais econômica, pode ser mais ou menos tensionável, é fácil imprimir e de limpar.
 
Fonte: Chico Sanches - Depto. de Imprensa - Prefeitura de Valinhos
[+]
[+]
[+]